quinta-feira, 25 de maio de 2017

Paul Simon Performs 'Question For The Angels' With Bill Frisell

Sem dúvida, um dos meus músicos favoritos.

Tive o enorme prazer de o ver ao vivo no mítico concerto em Alvalade, que contou com o Rui Veloso na primeira parte, na tour do "Mingos e Samurais" e foi simplesmente divinal!



3 comentários:

  1. E o Art Garfunkel, não?
    Era uma grande dupla.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era, mas verdade é que nunca se deram bem. Quando gravaram o primeiro album, só com as duas vozes e uma guitarra acustica, as coisas correram mal e ainda não tinham saído do estúdio já se tinham separado.
      Foi o produtor que achou que havia ali mais qualquer coisa e resolveu acrescentar guitarras electricas, baixo, bateria e foi assim que obtivemos, por exemplo, o "sounds of silence". entretanto aquilo chegou a uma rádio de NY que transformou a música num sucesso e os dois foram forçados a voltar a actuar juntos, embora não se suportassem mutuamente.
      Mas não deixavam de ser excelentes.

      No entanto, sempre achei que o Paul Simon estava milhas à frente do Art Garfunkle, quer na poesia que escrevia como letras, quer como compositor :)

      Eliminar